7 Estratégias para aprender a descansar

“O passado é história, o futuro é um mistério, mas o dia de hoje é uma dádiva. Por isso se chama presente.”

fonte não disponível

Para estar no momento presente precisa ter (ou ganhar) disponibilidade para apreciar e tirar partido das pequenas coisas da vida – um dia de sol e luz, uma refeição, um sorriso de alguém querido, etc… –   e aprender a descansar quer no modo como está no seu dia a dia, quer quando interrompe a sua atividade habitual para repousar.

O repouso e a revigoração de energias fazem-se através da realização de pausas curtas durante o dia ou mais longas, como os feriados, fins de semana e férias, e a imersão em ambientes, passatempos e atividades diferentes da rotina.

Se não souber integrar a diversão e o descanso e interromper a rotina do trabalho, com o passar do tempo terá mais dificuldade de concentração e em discernir prioridades, decidir melhor e manter a calma e autodomínio.

No meu livro, ‘50 estratégias para mulheres sem temporecomendo, para descansar e descontrair, um conjunto de ações para cuidar do corpo, da mente e das emoções que abaixo descrevo: aprenda a desligar, tenha passatempos , cuide do descanso noturno, faça sestas para recarregar baterias, beba água, aprenda a respirar, ria!

1. Aprenda a desligar

Para aprender a desligar precisa de aprender a fazer pausas e interrupções no que faz habitualmente e a cultivar um estado de fluxo. Para Mihaly Csikszentmihaly, as pessoas experimentam um estado de maior fluxo, propósito, sentido e satisfação quando os seus tempos livres e férias são ocupados com tarefas desafiadoras, que permitam uma absorção sem esforço, ao invés de prazeres indolentes, sem propósito. Qualquer atividade de lazer e/ou trabalho (pago e não pago) pode tornar-se uma experiência de fluxo quando existe total concentração da atenção no que se faz e “no aqui e agora”, quando perde a noção do tempo e o que faz é um fim em si mesmo e não um meio.

Dois estudos citados por Alex Soojung-kim Pang, no seu livro ‘Descansar’ (2017), demonstram a importância de se mudar de ambiente e de se ter férias regulares. Num estudo sobre pilotos comerciais, o psicólogo da Universidade Macquarie, Ben Searle, descobriu que o descanso sentido pelos pilotos aumentava quando ficavam em hotéis bastante afastados dos aeroportos. Outro estudo realizado em 2015 apurou que 71% dos trabalhadores que gozavam férias regulares relatavam estar satisfeitos com o seu trabalho, contra 17% dos trabalhadores que não gozavam férias regulares.

2. Tenha passatempos

Um passatempo permite exercitar a paz de espírito e manter a plasticidade física e mental de que necessita no seu dia a dia. O descanso no final do dia e no final da semana ajuda a acalmar. Fazer coisas divertidas, de que gosta, estar com quem é importante para si nos tempos livres equilibram e dão-lhe outra vitalidade e sentido vida.

Uma boa forma de descansar e de reduzir o stress a longo prazo consiste em envolver‑se num desporto ou hobby divertido e calmo. Se passa o dia todo a competir, beneficia de uma atividade oposta nos seus tempos livres (e vice‑versa). Atividades físicas lentas, como vela ou caminhadas são aconselhadas a quem passa o seu tempo laboral pressionado pela competição e falta de recursos (tempo necessário, equipamentos adequados, pessoas suficientes) para realizar o que importante. Ler romances, ver televisão ou conviver também pode ser muito positivo. E, mais importante que tudo, não se esqueça de se divertir, de manter uma dimensão lúdica na sua vida e em qualquer passatempo que tenha.

3. Cuide do descanso noturno

O repouso noturno tem um enorme poder regenerador e é fundamental na manutenção do equilíbrio emocional, entre outros. O Homem possui um relógio biológico que regula os padrões do sono, estado de alerta, regeneração celular e produção de melatonina (substância que produz sonolência e baixa a temperatura do corpo). Quando funciona corretamente, a libertação da melatonina ocorre em oposição à luz solar e o sono é mais reparador.

4. Faça sestas para recarregar baterias

Pequenas sestas podem aumentar o seu rendimento e eficácia pessoais[1] . De acordo com um estudo publicado pela Universidade do Colorado, a ausência da pausa para dormir durante a tarde traduz-se numa maior ansiedade e menor capacidade de resolução de problemas, quer em adultos quer em crianças. 

Para revigorar energia em pouco tempo faça uma sesta de 15 a 20 minutos. Uma sesta de 30 a 60 minutos ainda que não seja suficientemente reparadora dá-lhe uma ajuda para “recarregar baterias”. Para completar o repouso noturno faça uma sesta de 60 a 90 minutos que corresponde a um ciclo de sono.

5. Beba água

Dores de cabeça e sinais de cansaço resultam, por vezes, de uma deficiente hidratação do seu corpo. A água proporciona o meio necessário para que exista uma integração das funções físicas e mentais. A água ainda aumenta a energia e a capacidade de concentração. Salvo indicado em contrário pelo seu médico ou nutricionista, deve beber um copo de água de 250 ml por cada 10 kg do seu corpo.

6. Aprenda a respirar

Respirar adequadamente é saber encontrar um ritmo para a inspiração e expiração quer para relaxar, quer energizar. Para efeitos de relaxamento, utilize, no dia a dia, a forma mais básica que aqui se indica e oriente a sua atenção para a respiração:

•        Inspire pelo nariz, faça seis inspirações enquanto conta até seis;

•        Retenha a respiração e conte até quatro;

•        Expire, até acabar de contar até dez, e expulse todo o ar.

7. Ria

O riso é a expressão física de uma sensação ou emoção (alegria, tristeza, medo ou ira). O riso alivia a tensão e, em 90% das vezes que nos rimos, não existe uma razão ou motivo em particular.

Tal como na ginástica, sempre que se ri estimula diferentes partes do corpo. Ao rir, de acordo com um estudo levado a cabo pela Universidade de Medicina de Maryland, em Baltimore, provoca uma expansão dos vasos sanguíneos, e assim, aumenta a circulação. Rir melhora a oxigenação do cérebro, ajuda na clareza das ideias e dá energia para as funções intelectuais gerais e para a concentração

Ao pronunciar os sons associados ao riso, repetidamente: por exemplo, ah…eh…ih…oh; ahhhhh ehhhhhh precedidos ou sucedidos por alguns minutos de respiração e expiração profundas, consegue aliviar a tensão e, inesperadamente, sente ou começa a ver a situação de modo diferente, com mais clareza e calma.

Muita agitação física e mental decorre do facto de não se ter em atenção muitas questões elementares, como dormir e aprender a relaxar no dia a dia.

Pare, preste atenção, respire e realize pequenos exercícios para recarregar as energias de que precisa para viver com maior concentração, rendimento e satisfação.

O que pode começar a fazer diariamente para melhorar a sua energia física, mental e emocional e a qualidade do seu descanso?

[1] In https://www.healthspiritbody.com/nap-benefits/ acedido a 24 de Junho 2019.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Voltar ao topo